Varejo digital e a crise do COVID-19

A sobrevivência do varejo está diretamente ligada a era digital, aqueles que aderirem as mudanças conseguiram sobreviver à crise.

 

Com a pandemia do Covid-19 nesse ano de 2020, vários setores foram afetados inclusive o setor de varejo. Diversos varejistas sentiram de forma significativa o impacto da crise causada pela pandemia, muitas lojas fecharam suas portas, outras demitiram boa parte dos seus funcionários e outras estão se reinventando.

Mas como é possível se reinventar? Através do varejo digital.

Perceber a necessidade de mudanças que os tempos de pandemia pedem é essencial para superar as dificuldades e sobreviver ao pós-pandemia. Adequar-se ao cenário atual e buscar aliar-se à tecnologia é uma forma de garantir a sobrevivência do seu negócio.

 

Varejo digital como alternativa para vencer a crise gerada pela pandemia

Falar do futuro do varejo é falar de um universo de incertezas pois estamos diante de uma fase de intensas mudanças. Devido a esse cenário e as incertezas geradas pela pandemia é necessário adaptar-se, reinventar-se afim de manter os negócios funcionando e crescendo.

Nesse sentido, o varejo digital se apresenta como alternativa para um mundo que jamais será o mesmo. O planeta durante a pandemia e no pós-pandemia precisa de mudanças aliadas ao mundo digital para melhor atender os seus clientes.

O varejo digital é a melhor alternativa nesse sentido, muitas são as pessoas que já fazem suas compras online, outras diante da necessidade se viram obrigadas a comprar online durante os períodos de quarentena e isolamento social que desfavorecem os grupos de risco, podendo virar clientes digitais.

 

 

O varejo digital pós Covid-19

Os tempos ainda serão de grande incerteza, mas uma coisa é certa: o varejo vai precisar mudar para sobreviver ao desafio do Covid-19. As pessoas estão mais preocupadas com a saúde e consequentemente, evitando sair e se expor ao vírus.

Isso significa que lojas físicas e shopping centers, lugares onde antes as pessoas socializam e tinham esses locais como uma forma de lazer, precisam se reinventar, reduzindo o contato humano em ambientes de varejo.

Enquanto não houver uma vacina, ou alguma maneira de diminuir o contágio, o varejo digital entra como aliado das lojas e marcas importantes para que possam continuar vendendo.

 

 

Toda empresa precisa ter o cliente como foco

Uma empresa sempre deve ter o cliente como foco, priorizando o atendimento ao consumidor ela consegue estar sempre atenta às mudanças do mercado, desse modo respondendo mais rápido às necessidades do cliente.

O varejo digital consiste em uma maior comunicação com o cliente através de aplicativos e redes sociais. O uso do WhatsApp na comunicação com o cliente pode ser muito eficaz, principalmente pelas ferramentas que o aplicativo oferece.

Grande parte das pessoas usam WhatsApp, por esse motivo é possível desenvolver formas de vendas pelo aplicativo, facilitando a comunicação com o cliente e a possibilidade de efetuarem a compra de produtos diretamente pelo aplicativo.

LEIA TAMBÉM:Como a tecnologia digital pode melhorar o seu negócio imobiliário

 

A loja física perdeu importância?

A loja física sempre vai ser ponto de referência para os clientes, no entanto as mudanças são necessárias. Uma delas é a migração para o universo online aumentando a capacidade de vendas e chegando nos clientes que vão mudar seus hábitos devido a pandemia.

A mudança da loja física para a loja digital não é algo novo, mas que certamente foi acelerado pela pandemia. As mudanças tecnológicas que acontecem no mundo fizeram com que as marcas precisassem se adaptar a um momento novo.

 

O uso de dispositivos eletrônicos aumentou consideravelmente e consequentemente o interesse dos clientes em realizar compras online. Quem já comprava pela internet aumentou suas compras e quem nunca havia comprado por receio, passou a comprar principalmente por conta do isolamento social.

 

O varejo digital se acelerou com o Covid-19, logo existem dificuldades e incertezas por parte dos clientes em realizar compras online. É um novo período, onde existem dificuldades de ingressar no varejo virtual por parte de muitos varejistas.

 

A permanência da loja física no varejo digital vai continuar existindo, principalmente como ponto de apoio ao cliente.

 

É necessário que exista uma integração entre o varejo digital e o varejo físico, a loja continua existindo, mas atendendo também online, conversando com diversos canais, agregando maior inteligência nas transações, facilitando esse processo de compra online que para uma grande maioria é algo novo.

 

 

Mudanças de conceitos são necessárias

Quem vai sobreviver à crise econômica ocasionada pelo Covid-19? As empresas que melhor se adaptarem a esse novo cenário que grita por mudanças urgentes.

É necessário adequar-se ao novo cenário através de novos modelos de gestão, analisando os passos da concorrência e buscando inovações que atraiam os clientes para o varejo digital.

As mudanças são necessárias para atrair os clientes, é importante ser flexível e buscar entender que o comércio já não é mais o mesmo e tende a se modificar cada vez mais.

Nesse sentido, o varejo digital veio para ficar e quem souber explorá-lo terá sucesso nessa nova era de comercialização de produtos e serviços.

 

Esse artigo foi publicado originalmente em Agência Novo Foco e pode ser acessado aqui.

Gostou do conteúdo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

SIGA AS NOSSAS REDES SOCIAIS

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS

Copyright 2020 © Todos os direitos reservados